Desempenho econômico
  • 103-1
  • 103-2
  • 103-3

Desempenho econômico

O ano de 2020 foi marcado pelo surto de pandemia do novo coronavírus ao redor do mundo, com efeitos até então imprevisíveis. Mesmo nesse cenário de grandes incertezas e volatilidade, a Klabin comprovou mais uma vez a excelência de seu modelo de negócios integrado e altamente flexível, capaz de se adaptar aos mais diversos ambientes econômicos. Atingiu resultados recordes, contando com aumento no volume de vendas e receita líquida em todas as linhas de negócios, entregou mais um ano de crescimento do Ebitda, forte geração de caixa e melhora do ROIC.

Seguindo rígidos protocolos de segurança e higiene no site de obras, concluiu-se, até o dia 31/12/20, a execução de 68% das obras da primeira máquina de papéis para embalagens do Projeto Puma II, com startup previsto para julho de 2021. Quando consideramos o avanço até a divulgação dos resultados do 4T20, este percentual era de 78%, em 31/01/2021.

Vale destaque também a aquisição das unidades de papéis para embalagens e de embalagens de papelão ondulado da International Paper no Brasil, adicionando 305 mil toneladas de capacidade de produção de papelão ondulado e consolidando a posição de liderança da Klabin nesse mercado, em um momento de forte demanda.

Em 2020, as operações brasileiras da Klabin produziram mais de 99,5% do volume total do ano.

Em relação à gestão financeira, a Klabin deu continuidade ao trabalho de liability management estendendo ainda mais o prazo médio de suas dívidas, com redução do custo médio delas. Foram aprovadas duas importantes políticas financeiras, de Endividamento e de Dividendos, trazendo ainda mais transparência, previsibilidade e conforto aos stakeholders em relação às práticas de gestão financeira da Companhia.

Todas essas iniciativas reforçam a vocação da Klabin como empresa orientada para o crescimento, geração de valor e desenvolvimento de uma economia sustentável, oferecendo de maneira competitiva soluções recicláveis, biodegradáveis e advindas de fontes renováveis.

Todas as informações financeiras da Companhia são auditadas pela Ernst & Young, terceira parte independente. Mais detalhes na página de Demonstrações FInanceiras, no site de Relações com Investidores.

  • 102-7

A Klabin

InformaçãoIndicador GRI
Quantidade de colaboradores14.874*Ver 102-8
Quantidade de operações24Ver 102-3
Quantidade de produtos9Ver 102-2
Receita líquida (R$ milhões)11.949Ver 201-1

* Corresponde a colaboradores diretos em 2020 e não inclui colaboradores das unidades da IP.

Florestal

A Klabin movimentou aproximadamente 15 milhões de toneladas de toras e cavacos de pínus e eucalipto, além de biomassa para geração de energia. Seguindo o direcionamento da disponibilidade de madeira para o maior consumo interno das operações de celulose e papéis, reduziu as vendas de toras a terceiros em 11% para 1,5 milhão de toneladas, atingindo uma receita líquida de R$ 208 milhões.

Celulose

1,545 milhão de toneladas produzidas: 3% acima da capacidade nominal da Unidade Puma, em linha com o volume produzido em 2019.

Retração nos preços devido ao desequilíbrio de oferta e demanda gerado pelos impactos da pandemia: segundo apuração do FOEX, no ano houve queda de 19% no preço médio da celulose branqueada de fibra curta e de 7% para a celulose branqueada de fibra longa, ambas entregues na China.

O volume de vendas foi de 1.530 mil toneladas, crescimento de 3% em relação ao ano anterior, encerrando o ano com volume acima do orçado.

Faturamento líquido de R$ 3,89 bilhões, crescimento de 11% na comparação com 2019. O benefício advindo da desvalorização do real frente ao dólar e o maior volume de vendas foram os principais vetores de crescimento.

Papéis

As incertezas geradas pela pandemia tiveram como resultado o arrefecimento de preços de papéis para embalagens no início do ano, seguido por forte recuperação a partir do segundo semestre.

As condições favoráveis de mercado, o posicionamento comercial da Klabin e sua flexibilidade operacional fizeram o volume de vendas de kraftliner atingir 432 mil toneladas e receita líquida R$ 1,197 bilhão. Em relação ao ano anterior, os aumentos foram de 11% e 21%, respectivamente.

O mercado de cartões apresentou importante retomada de volumes em 2020 no Brasil. A Klabin, pela forte presença em mercados de bens essenciais, que contaram com forte demanda durante a pandemia, e pelo ótimo desempenho operacional de suas unidades, obteve aumento de 5% em volume de vendas e 18% de receita em 2020, na comparação com o ano anterior.

Embalagens

O volume de vendas de Embalagens de Papelão Ondulado da Klabin atingiu 724 mil toneladas, aumento de 18% em relação ao ano anterior. Desse volume, 68 mil toneladas foram decorrentes das unidades de papelão ondulado incorporadas da International Paper no 4T20. A receita líquida, por sua vez, foi de R$ 2,694 bilhões, alta de 24% em relação a 2019, com incremento de R$ 258 milhões advindos das novas unidades.

O negócio de Sacos Industriais, que devido à pandemia da Covid-19 havia registrado recuo no primeiro semestre, registrou forte recuperação na segunda metade de 2020. As vendas da Klabin nesse segmento, mesmo com estabilidade de volumes na comparação com 2019, apresentaram aumento de 11% na receita líquida. Esse resultado está ligado à presença da Klabin em diferentes mercados e ao diversificado portfólio de produtos, tendo sido influenciado também, na parcela de vendas destinada ao exterior, pela desvalorização do real em relação ao dólar.

  • 102-2

Atividades, marcas e produtos

Maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, líder na produção de cartões, embalagens de papelão ondulado e sacos industriais no mercado interno, também é a única do país a oferecer ao mercado a melhor solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff.

O compromisso com o desenvolvimento sustentável é uma premissa para os negócios da Klabin. Em linha com as macrotendências de consumo, a Companhia está preparada para oferecer ao mercado soluções em embalagens seguras, leves, eficientes, recicláveis, provenientes de fontes renováveis, biodegradáveis e flexíveis.

  • 102-6

Os produtos da Klabin são voltados, principalmente, às indústrias dos segmentos de alimentos industrializados e in natura (leite, carnes frigorificadas, frutas, entre outros), saúde e higiene pessoal (papel higiênico, lenços, fraldas, creme dental, entre outros), higiene e limpeza (sabão em pó e sabonete, por exemplo), construção civil e eletroeletrônicos.

Além de atender ao mercado brasileiro, onde é líder nos segmentos em que atua, a empresa exporta para 89 países em todo o mundo. Além disso, temos o canal Klabin for You, voltado para o consumidor final. Em 2020, lançamos o E-Klabin, com soluções inovadoras e sustentáveis da Klabin para o e-commerce – segmento que cresceu em relevância, de forma significativa, com a pandemia da Covid-19.

  • 102-10

Mudanças significativas

Governança

Em 2020, a Companhia endereçou temas importantes em relação à governança, com destaque para a aprovação, em Assembleia Geral Extraordinária de acionistas do dia 26/11/2020, da incorporação da Sogemar, com a consequente extinção do pagamento de royalties referentes às marcas Klabin. Essa operação, além da criação de valor aos acionistas, foi passo importante no aprimoramento das práticas de governança corporativa, pelo término de relevante transação entre partes relacionadas. Na sequência, no mês de dezembro, também foi aprovada a criação de três comitês de assessoramento ao Conselho de Administração, com a respetiva eleição de seus membros. São eles: comitê de Auditoria e Partes Relacionadas, Sustentabilidade e Remuneração. Outro passo significativo foi a aprovação de duas importantes políticas financeiras, de Endividamento e de Dividendos, trazendo ainda mais transparência, previsibilidade e conforto aos stakeholders em relação às práticas de gestão financeira da Companhia.

Operações

Seguindo rígidos protocolos de segurança e higiene, as obras do Puma II avançaram, atingindo 68% da execução das obras da primeira máquina de papéis para embalagens até o dia 31/12/20. Quando consideramos o avanço até a divulgação dos resultados do 4T20, este percentual era de 78%, em 31/01/2021. O startup da máquina está previsto para julho de 2021. Essa máquina terá capacidade de 450 mil toneladas anuais, sendo a primeira máquina do planeta a produzir kraftliner feito 100% de eucalipto.

Em linha com o plano de expansão de embalagens do Roadmap Estratégico da Klabin, adquirimos as unidades de papéis para embalagens e de embalagens de papelão ondulado da International Paper no Brasil, adicionando 305 mil toneladas de capacidade deste produto e consolidando a posição de liderança da Klabin neste mercado, em um momento de forte demanda.

Tanto as novas capacidades quanto a expansão de nossa presença geográfica, somadas a investimentos em inovação, P&D e à busca constante por soluções sustentáveis, abrem diversas rotas para o nosso crescimento no presente e nos próximos anos.

Desempenho dos negócios

Florestal

A Klabin movimentou aproximadamente 15 milhões de toneladas de toras e cavacos de pínus e eucalipto, além de biomassa para geração de energia.

Seguindo o direcionamento da disponibilidade de madeira para o maior consumo interno das operações de celulose e papéis, reduziu as vendas de toras a terceiros em 11%, o que correspondeu a 1,5 milhão de toneladas e uma receita líquida de R$ 208 milhões.

Celulose

O volume produzido foi de 1,545 milhão de toneladas: 3% acima da capacidade nominal da Unidade Puma, em linha com o volume produzido em 2019.

Retração nos preços devido ao desequilíbrio de oferta e demanda gerado pelos impactos da pandemia: segundo apuração do FOEX, no ano houve queda de 19% no preço médio da celulose branqueada de fibra curta e de 7% para a celulose branqueada de fibra longa, ambas entregues na China.

O volume de vendas foi de 1.530 mil toneladas, crescimento de 3% em relação ao ano anterior, encerrando o ano com volume acima do orçado.

Faturamento líquido de R$ 3,89 bilhões, crescimento de 11% na comparação com 2019. O benefício advindo da desvalorização do real frente ao dólar e o maior volume de vendas foram os principais vetores de crescimento.

Papéis

As incertezas geradas pela pandemia tiveram como resultado o arrefecimento de preços de papéis para embalagens no início do ano, seguido por forte recuperação a partir do segundo semestre.

As condições favoráveis de mercado, o posicionamento comercial da Klabin e sua flexibilidade operacional fizeram o volume de vendas de kraftliner atingir 432 mil toneladas e receita líquida R$ 1,197 bilhão, em relação ao ao ano anterior, os aumentos foram de 11% e 21% respectivamente.

O mercado de cartões apresentou importante retomada de demanda em 2020 no Brasil. A Klabin, pela forte presença em mercados de bens essenciais que contaram com forte demanda durante a pandemia, e ótimo desempenho operacional de suas unidades, obteve aumento de 5% em volume de vendas e 18% de receita em 2020 na comparação
com o ano anterior.

Embalagens

O volume de vendas de Embalagens de Papelão Ondulado da Klabin atingiu 724 mil toneladas, aumento de 18% em relação ao ano anterior. Desse volume, 68 mil toneladas foram decorrentes das unidades de papelão ondulado incorporadas da International Paper no 4T20. A receita líquida por sua vez foi de R$ 2,694 bilhões, alta de 24% em relação a 2019, com incremento de R$ 258 milhões advindas das novas unidades.

O negócio de Sacos Industriais, que devido à pandemia da Covid-19 havia registrado recuo no primeiro semestre, registrou forte recuperação na segunda metade de 2020. As vendas da Klabin neste segmento, mesmo com estabilidade de volumes na comparação com 2019, apresentaram aumento de 11% na receita líquida. Este resultado está ligado à presença da Klabin em diferentes mercados, ao diversificado portfólio de produtos e, na parcela de vendas destinada ao exterior, à desvalorização do real em relação ao dólar.

  • 201-1

Resultados econômicos e financeiros

 Var. 2020/2019202020192018
Volume de vendas (mil toneladas)7%3.5583.3273.189
Volume produzido (toneladas)3%3.612.6813.498.0013.367.010
Mercado interno11%1.9571.7691.589
Exportação3%1.6011.5581.601
% mercado interno4%55%53%50%
Receita líquida (R$ milhões)16%11.94910.27210.016
Receita líquida (US$ milhões)-10%2.2982.549
Mercado interno14%6.9956.1145.534
Exportação19%4.9544.1584.483
% mercado interno-2%59%60%55%
Variação do valor justo dos ativos biológicos69%658390628
Custo dos produtos vendidos9%-7.885-7.241-6.342
Lucro bruto38%4.7223.4214.302
Vendas25%-1139-910-764
Gerais e administrativas19%-718-601-558
Outras receitas (despesas) operacionais-48%317610-2
Total despesas operacionais71%-1540-902-1.325
EBITDA ajustado14%4.9064.3224.024
Margem EBITDA-2%41%42%40%
Resultado líquido-468%-2488676137
Endividamento líquido38%19.78214.35512.399
Endividamento líquido/EBITDA 4,0x3,3x3,1x

Distribuição do valor econômico gerado (R$ milhões)

Valor econômico direto gerado2020201920182017
Receita bruta13.69811.88611.5169.727
Valor econômico distribuído    
Acionistas (remuneração de capital próprio – proventos)223957840507
Colaboradores (remuneração, benefícios e
encargos para empregados)
1.5901.4511.4191.373
Governo (impostos, taxas e contribuições)-8008843911.032
Remuneração de capital de terceiros
(juros e aluguéis)
7.9943.0033.7041.548
Valor econômico direto retido (R$ milhões) 1.934 -204 -604 25

Percentual de valor econômico gerado2020
Valor retido-37%
Valor distribuído137%

O aumento nas despesas deve-se ao tratamento e destinação de resíduos, que representa 12,5% de aumento da quantidade de resíduos gerados e também pela substituição do envio de resíduos para aterro por coprocessamento ou outros tratamentos. Estas ações visam apoiar o cumprimento da meta 2030 de zerar a destinação de resíduos industriais para aterro.

Investimentos ambientais (R$)

2020201920182017
Investimentos433.612.653,09119.298.669,698.892.955,0013.815.311,00
Despesas operacionais18.827.727,0012.110.881,0030.147.998,009.635.762,00
Total (investimentos + despesas operacionais)452.440.380,13131.409.551,0139.040.953,0023.451.073,00
Despesas de tratamento e destinação de resíduos42.107.589,4331.489,00
Savings, redução de custos, incentivos etc26.830.898,0033.794.079,0042.589.420,0018.142.208,00
Denominador (% de cobertura) – volume de produção100100100100

Esse aumento de 263% nos investimentos ambientais de 2020 considera o desembolso dos investimentos ambientais do Projeto Puma II, como na Estação de Tratamento de Água (ETA), Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), Estação de Tratamento de Água de Caldeira (ETAC), Planta de Gaseificação de Biomassa, Planta de Ácido Sulfúrico e nos Precipitadores Eletrostáticos da CDR, CDF e FC.

*Os investimentos ambientais de 2019 foram atualizados com o desembolso do Projeto Puma II de 2019.

O aumento nas despesas deve-se ao tratamento e à destinação de resíduos, que representa 12,5% de aumento da quantidade de resíduos gerados e também pela substituição do envio de resíduos para aterro por coprocessamento ou outros tratamentos. Estas ações visam apoiar o cumprimento da meta 2030 de zerar a destinação de resíduos industriais para aterro.