Desenvolvimento local e lmpacto nas comunidades

Agendas econômica, social e ambiental fortalecidas nas comunidades onde opera, impulsionando as capacidades de planejamento colaborativo para a gestão pública em direção ao desenvolvimento sustentável.

Influência positiva na dinâmica (socioeconômica ambiental) das comunidades, salvaguardando a qualidade, o modo de vida e as relações sociais locais.

Metas 2030

KODS 2030

100% dos municípios prioritários com gestão participativa incentivada.

Percentual de municípios prioritários apoiados pela Klabin em ações de fortalecimento da gestão pública 
2020
73%

Obs: *Telêmaco Borba, Ortigueira, Imbaú, Otacílio Costa, Correia Pinto, Lages, Goiana, Angatuba e Rio Negro, Paranaguá, Tibagi, Reserva, Curiúva, Sapopema e Ventania, selecionados a partir dos seguintes critérios: 

– terem operações de grande ou médio porte da Companhia;
– terem alta/média dependência econômica da Companhia;
– terem índices de desenvolvimento baixos no comparativo com outros municípios ou PIB abaixo do EBITDA da Companhia. 
Todos os outros municípios serão contemplados com programas pontuais de outras linhas de atuação, estabelecidas pela plataforma de investimento social privado: educação ambiental, cultura e cidadania. 

Municípios considerados prioritários de acordo com o volume da operação florestal no ano corrente.

 Critérios  
Município1. Apoio em planejamento (PPA* ou outro)2. IPS** ou outro tipo de diagnóstico3. Parcerias em rede (fortalecimento de diálogo)
Telêmaco Borbaxxx
Ortigueiraxxx
Imbaúxxx
Otacílio Costaxx 
Correia Pintoxx 
Lagesxx 
Goianaxxx
Angatubax x
Paranaguáxx 
Rio Negrox  
Tibagixx 
Reservaxx 
Curiúvaxx 
Sapopemaxx 
Ventaniaxx 

*PPA – Plano Plurianual; ** IPS – Índice de Progresso Social

Índice de aceitação da Klabin nas comunidades locais

202020192018
83,80%64,00%79,40%

O indicador foi revisado e passou a conter 8 dimensões diferentes, não somente o indicador de percepção de comprometimento com a comunidade. Na pesquisa mais recente, foi avaliada a influência da Klabin no Desenvolvimento econômico da região; nos empregos ofertados; preservação ambiental; estímulo aos negócios da região, percepção de impactos e imagem; percepção sobre os projetos sociais da Klabin e comprometimento da companhia com a comunidade. Por essa razão o aumento do índice de aceitação em 2020.

 Unidade     
  2020201920182017Acumulado (2005-2020)
Total investido no programaR$                                             633.155,25           842.221,50           825.184,76                                       891.679,42                     7.390.440,44
ParanáR$                                             283.155,25      492.221,50      475.184,76                           551.911,04             3.856.781,34
Santa CatarinaR$                               
350.000,00
      350.000,00      350.000,00                           339.768,38             3.533.659,10
APPs e RL em regeneração                                             
15
                    54                    37                                         67 
APPs e RL  conservadas                                                            421               2.691               2.246                                    3.159 
APPs e RL demarcadas – recuperadas                                                             519               2.803               2.463                                    3.403 
Contexto dos resultados      

Justificativa – Devido à pandemia da Covid-19, as ações do programa foram replanejadas de forma a garantir a segurança da equipe técnica e dos produtores parceiros. De março a maio, a diretoria da Apremavi suspendeu as atividades de campo e, após essa data, as atividades foram retomadas parcialmente, observando todas as medidas de prevenção estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde. Portanto, o realizado de Áreas de Preservação Permanente e Reserva Legal demarcadas e restauradas em 2020 é menor quando comparado aos anos anteriores.

Objetivos e metas

ObjetivosMeta 2020Análise do resultado 2020
Levantar e dimensionar os impactos negativos das operações da Klabin nas comunidades.Realizar ações e diagnósticos pré e pós operacionais nas comunidades de abrangência de operação das áreas florestais planejadas para 2020.
Meta de 70% de realização
Média final: 90% de execução.  Significa que conseguiram realizar o diagnóstico em 90% das áreas florestais planejadas.
Atender 100% das comunidades dentro da Área Diretamente Afetada (ADA) em relação à geração de poeira pelo transporte de madeira própria (fazendas próprias e arrendadas).Manter em 2,0 reclamações por km rodado de poeira por km de terra em comunidades.1,7 reclamações de poeira por km rodado.
Sistema Gestão de Demandas: Avaliar o atendimento de demandas e ocorrências do Fale com a Klabin no Paraná, em relação aos seguintes quesitos: Qualidade do atendimento; Pontualidade e Satisfação do atendimento às demandas e ocorrências do Fale com a Klabin no Paraná.Avaliar o atendimento de demandas e ocorrências do Fale com a Klabin no Paraná, com média 2 de efetividade. O máximo de atingimento possível é 3.2.5 de média de efetividade.
  • 203-1

Investimento social privado

Valor total investido em 2020 (em milhões de reais)

 2020201920182017
Categoria                                                                            41,62                                                        22,84                      26,68                      22,36
Leis de incentivo                                                                              2,75                                                          4,96 – –
Funcad                                                                              0,24 – – –
Lei ANCINE – – – –
Lei Rouanet                                                                              1,30 – – –
Lei do Desporto                                                                              0,33 – – –
Pronon                                                                              0,32 – – –
Fundo do Idoso                                                                              0,24 – – –
ProAC                                                                              3,11 – – –
Projetos Klabin (recursos próprios)                                                                              8,67                                                          4,99 – –
Projetos de Cultura0,66 – – –
Projetos de Meio Ambiente4,44 – – –
Projetos de Desenvolvimento Local2,76 – – –
Projetos de Educação                                                                              0,82 – – –
Doações e Patrocínios*                                                                             28,87                                                        12,89 – –
Doações de combate à Covid-19                                                                            10,00  – –

Doações e recursos próprios são destinados a entidades assistenciais, instituições de ensino, doações culturais e patrocínios.

Categoria20202019
Contribuições em dinheiro33.121.703,0022.176.000,00
Tempo de voluntariado durante horário de trabalho0,000,00
Doação de produtos, serviços, parcerias ou similar8.512.773,0098.000,00
Gerenciamento das iniciativas4.855.046,004.709.048,59

Em 2020, foram investidos R$ 41,62 milhões. O investimento social privado da Klabin é monitorado por meio da plataforma Prosas, que apoia também na definição de iniciativas próprias e apoiadas quanto ao impacto social nas áreas de desenvolvimento local, educação ambiental, cultura e educação.

Os recursos destinaram-se a doações e patrocínios que, por meio de recursos próprios e incentivados, apoiam projetos de terceira parte tanto nas comunidades quanto fora da área de atuação da Klabin; e também se referem a projetos próprios, realizados preferencialmente nos territórios onde a Companhia atua. As doações e patrocínios realizados para organizações sociais e outras instituições seguem o disposto na Política Interna de Patrocínios e Doações e o previsto na Plataforma de Investimento Social da Klabin, sendo devidamente verificados pela área de Integridade. Em atendimento ao estabelecido no Manual Anticorrupção e à Lei Federal, em 2020 não foram identificados casos de doação envolvendo agentes públicos.

No mesmo ano também houve aumento em doações e patrocínios por conta das doações destinadas ao combate à Covid-19. Foi criado um fundo de R$ 10 milhões, complementar à verba de outras doações e patrocínios pontuais.

A partir de julho de 2020, a Política de Doações e Patrocínios foi implementada em todas as operações.

Impactos econômicos indiretos

  • 413-1

Operações com iniciativas de engajamento das comunidades locais e avaliações de impacto e/ou programas de desenvolvimento local

     
Tipo de iniciativa2020 2019 
 Nº operações% operaçõesNº operações% operaçõesObservações
i. Avaliações de impactos sociais, inclusive avaliações de impactos de gênero, com base em processos participativos*626%633,33% Unidades Monte Alegre, Puma, Otacílio Costa, Correia Pinto, Goiana e Angatuba*
ii. Avaliações de impactos ambientais e monitoramento contínuo23100,00%18100,00% –
iii. Divulgação pública dos resultados de avaliações de impactos ambientais e sociais2295,65%1794,44% Todas as unidades, exceto Pilar (Argentina)
iv. Programas de desenvolvimento local baseados nas necessidades de comunidades locais*626%633,33% Unidades Monte Alegre, Puma, Otacílio Costa, Correia Pinto, Goiana e Angatuba
v. Planos de engajamento de stakeholders baseados em mapeamentos dessas partes*1148%1161,11% Unidades Monte Alegre, Puma, Otacílio Costa, Correia Pinto, Goiana, Angatuba*, Piracicaba, Rio Negro, Manaus, Jundiaí Tijuco Preto e Jundiaí Distrito Industrial
vi. Comitês e processos de consulta ampla à comunidade local incluindo grupos vulneráveis*626%633,33% Unidades Monte Alegre, Puma, Otacílio Costa, Correia Pinto, Goiana e Angatuba
vii. Conselhos de trabalho, comissões de saúde e segurança no trabalho e outras entidades representativas de empregados para
discutir impactos
23100,00%18100,00% –
viii. Processos formais de queixas e reclamações por parte de comunidades locais23100,00%18100,00% –
ImpactosDescrição dos impactos econômicos indiretos positivosDescrição dos impactos econômicos indiretos negativos
Mudanças na produtividade de organizações, setores ou da economia como um todo (como por meio da adoção ou distribuição mais intensas de tecnologias da informação)A Klabin desenvolve estudos voltados à adoção de alternativas ao plástico de uso único, o que aumenta os investimentos em pesquisa e desenvolvimento de embalagens mais sustentáveis.O tempo de pesquisa e desenvolvimento não acompanha o ritmo acelerado da evolução do mercado, causando excesso de demanda e encarecimento da oferta.
Desenvolvimento econômico em áreas com alto índice de pobreza (como o número total de dependentes sustentados pela renda de um único emprego)Geração de renda em comunidades com poucas oportunidades de trabalho e baixo índice de qualidade de vida.Dependência econômica da comunidade pela Companhia, repassando solicitações à empresa que deveriam ser endereçadas ao poder público.
Impacto econômico da melhoria ou deterioração das condições sociais ou ambientais (como mudanças no mercado de trabalho em uma área de pequenas propriedades rurais familiares convertidas em grandes plantações ou o impacto econômico da poluição)Geração de renda em comunidades por meio do incentivo à permanência no campo e produção de orgânicos, impulsionado por projetos como o Matas Sociais, Matas Legais e Programa de Apicultura e Meliponicultura.Não identificados impactos nessa frente.
Fortalecimento das habilidades e conhecimentos de uma comunidade profissional ou em uma região geográfica (como a necessidade de uma base de fornecedores atrai empresas com empregados qualificados, o que, por sua vez, estimula a criação de novas instituições de ensino)No ciclo 2018, foi feito o planejamento, e os primeiros passos para a implantação de novos cursos técnicos em Ortigueira foram dados em 2019. Isso traz acesso à educação formal e possibilidade de incremento de renda. Ainda em 2019, houve a inauguração da Escola Técnica Florestal e Agrícola de Ortigueira, com 170 alunos matriculados, (80% de alunos locais e 20% regionais).
Não identificados impactos nessa frente.
Número de postos de trabalho oferecidos na cadeia de fornecedores ou distribuição (como o impacto no emprego em fornecedores como resultado do crescimento ou contração de uma organização)Mais de 30% do quadro de pessoal da Klabin é composto por colaboradores indiretos (ver GRI 102-8), sendo uma prática interna priorizar recrutamento local. Isso possibilita movimentação na microeconomia regional e atração de investimentos em infraestruturas.
No Projeto Puma II, até dezembro de 2020, cerca de 59% dos trabalhadores eram do Paraná; destes, 43% eram da região de Telêmaco Borba, Ortigueira e Imbaú. Destaca-se, ainda, a formação da mão de obra local com a oferta de cursos de qualificação profissional para estudantes e trabalhadores que moram nas cidades próximas à operação.
Possibilidade de aumento da desigualdade de renda, pela impossibilidade estrutural de fornecer vagas a uma parcela considerável da população, cujas oportunidades de trabalho não têm benefícios equiparáveis às da Klabin; e pelo caráter temporário das vagas da obra do Projeto Puma II.
Impacto econômico de mudanças no local de operações ou atividades (como a terceirização de empregos para um local no exterior)Não identificados impactos nessa frente.Dependendo do tamanho da operação e dependência econômica do município, os impactos são grandes. Entretanto, há possibilidades de mudança após estudo detalhado que contempla impacto econômico e medidas cabíveis de mitigação.
Impacto econômico do uso de produtos e serviços (como a relação entre padrões de crescimento econômico e uso de determinados produtos e serviços)Não se aplicaNão se aplica

Além disso, outro exemplo de impactos econômicos indiretos positivos se refere ao Programa Matas Sociais da Klabin. Em 2019, 72% dos produtores rurais tiveram aumento de receita – dos quais, 45% registraram aumento de 20% a 60% na receita de suas propriedades; a pesquisa é bianual e informações atualizadas sobre esses indicadores estarão disponíveis no início de 2022. Dados complementares atestam que, em 2020, 66% dos participantes reduziram o uso de agrotóxicos; e mais da metade expandiu sua rede comercial e produção de alimentos. Também, cerca de 80% investiram em suas propriedades e reconhecem os benefícios ambientais da participação nesse programa.

  • 413-2

Gestão de impactos

A avaliação da situação socioeconômica da região de implantação de um grande projeto é um instrumento importante para melhor avaliação de seus impactos positivos e negativos e para a adoção de programas e projetos sociais, econômicos e ambientais. A exemplo do que foi realizado no Projeto Puma I, em 2013, a Klabin elaborou agora um novo diagnóstico de Ortigueira e dos municípios da área de influência de sua expansão: a Linha de Base do Puma II.

As principais diferenças entre a Linha de Base Puma I e II são a metodologia utilizada e o foco da realização do diagnóstico. A primeira partiu da definição de uma Matriz de Materialidade do Território, com mapeamento inicial de stakeholders e o cruzamento de dados primários e secundários que subsidiaram a elaboração do Plano de Ação Socioambiental, integrada ao Plano Básico Ambiental e outras ações sociais. O objetivo maior foi de compreender e mitigar o impacto do empreendimento no território, em especial sob os aspectos ambiental e antropológico

Neste último processo, em parceria com consultorias técnicas, a Klabin ampliou o escopo, considerando a análise estatística de indicadores oficiais e pesquisa de campo com comunidades de 12 municípios da área de influência, por meio da aplicação da metodologia do Índice de Progresso Social (IPS), desenvolvido pela Fundación Avina.

O IPS é uma ferramenta de mensuração multidimensional do desenvolvimento humano, que reúne indicadores relevantes para o direcionamento da estratégia de investimento social da Klabin e para a dinâmica do território. Possui duas funções principais: apresentar o nível de desenvolvimento de uma região apontando seu potencial de crescimento e desafios; e oferecer maneiras de medir o impacto das ações socioambientais e das políticas públicas, em três dimensões: necessidades humanas básicas, fundamentos do bem-estar e oportunidades.

Um total de 58 indicadores foram selecionados para acompanhamento e avaliação do progresso destes municípios. A perspectiva é que estes indicadores embasem a elaboração de planos de melhoria e investimentos sociais da Klabin, e sirvam de subsídio às políticas públicas a serem adotadas na região. Todos os dados estarão disponíveis à comunidade e gestores públicos em uma plataforma online – a mesma tem previsão de lançamento para o início de 2021.

As Linhas de Base possibilitam compreender melhor a dinâmica socioeconômica da região e as transformações do território influenciadas pelo começo de operação do complexo industrial em 2016. E, com isso, também entender o potencial de crescimento a partir da nova obra de expansão.

  • RR-FM-210a.1

Comunidades tradicionais

Total de área florestal em terras indígenas (em acres)

2020
0
  • 411-1

A Klabin mapeia todas as comunidades tradicionais de suas áreas de influência, como quilombolas, faxinalenses (comunidades que habitam pequenas áreas e vivem de sua relação com a floresta) e grupos indígenas. No relacionamento com essas comunidades, a empresa segue a legislação brasileira e as recomendações da OIT 169, resolução da Organização Internacional do Trabalho para Povos Indígenas e Tribais, garantindo seu direito ao consentimento prévio, livre e informado (CLPI).

Em 2020, não houve casos de violação de direitos dos povos indígenas e comunidades tradicionais.

Em 2020, foi concluída a Fase II, de caracterização das comunidades tradicionais identificadas no buffer de 10km das áreas de manejo florestal da Klabin, no Paraná, num total de 81, sendo: 12 terras indígenas identificadas e caracterizadas em 10 municípios; 27 comunidades quilombolas, identificadas e caracterizadas em 6 municípios, e 42 comunidades faxinalenses, identificadas e caracterizadas em 10 municípios.

Ainda em 2020, a partir da expansão florestal, foi realizada nova identificação de comunidades tradicionais, vizinhas ao manejo florestal da Klabin (num buffer de 10km definido pela empresa), no Paraná, Santa Catarina e São Paulo. O levantamento realizado identificou 80 comunidades tradicionais, sendo: 2 terras indígenas (1 em SP, 1 em SC), 21 comunidades quilombolas (13 no PR, 7 em SP, 1 em SC), e 57 comunidades faxinalenses (todas no Paraná). A caracterização destas comunidades está em andamento.

  • 412-1
  • RR-FM-210a.2

Para as unidades e operações do Paraná, foi elaborado um Manual da área de Responsabilidade Social e Relações com a comunidade, bem como demais procedimentos internos, para registro de todo processo de engajamento com os stakeholders.

A área de Responsabilidade Social e Relações com a Comunidade da Klabin atua em distintas frentes, com o intuito de preservar e melhorar o relacionamento da empresa com seus públicos de interesse, interessados no negócio e partes afetadas, anular ou mitigar impactos causados por sua operação e desenvolver ações que contribuam com o desenvolvimento local dos municípios onde ela atua, entre outros. Dessa forma, suas principais frentes de trabalho são:

Atuação preventiva nos possíveis impactos vinculados às operações florestais e fabris da Klabin no Paraná;

  1. Identificação de oportunidades para o engajamento com a comunidade local e desenvolvimento regional do território;
  2. Promoção e ampliação do diálogo entre a Klabin e o poder público, comunidade local e demais públicos interessados.
  3. Em 2021, o escopo será ampliado para as demais unidades da Klabin, por conta da atuação corporativa.

Sanções e multas

Total de não conformidades com leis e regulamentos socioeconômicos

  2020
Valor total de multas significativas (R$)0
Número total de sanções não monetárias (nº)0
Processos movidos por meio de macanismos de arbitragem (nº)0
  • 103-1
  • 103-2
  • 103-3

Gestão do tema Desenvolvimento local

O compromisso com o Desenvolvimento local é identitário e executado a partir do engajamento com as comunidades por meio de uma agenda econômica, ambiental e social desenvolvida com a participação dos diversos públicos de interesse. As ações de Responsabilidade social e Relações com a comunidade contemplam projetos de educação e capacitação para o mercado de trabalho, agricultura familiar, gestão de resíduos sólidos regional, além de um programa de apoio ao planejamento da gestão pública. Todos os impactos operacionais de indústrias e operações florestais são identificados, mitigados ou diminuídos, permitindo a operação dentro dos mais elevados padrões de sustentabilidade. Os impactos negativos também estão mapeados e podem ser consultados em Iniciativas de Engajamento.

Fundamentados por diversas políticas orientadoras, como a Política de Sustentabilidade Klabin; Política de Engajamento com Stakeholders; Manual e Procedimentos da área de Responsabilidade Social e Relações com a Comunidade; Plano de Engajamento de Stakeholders; e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e KODS, em termos de investimento social privado, o monitoramento e gestão são realizados sob os princípios de uma plataforma específica, que orienta os investimentos em quatro linhas de atuação: Klabin Educação; Klabin pelo Desenvolvimento Local; Klabin Ambiental; e Klabin Cultural.

Em 2021, 8% dos diretores tiveram sua remuneração variável atrelada ao desempenho dos indicadores de Desenvolvimento local e impacto nas comunidades. Além deles, 57 gestores (de consultores a gerentes, representando 8% do total), também vincularam sua remuneração às metas de Desenvolvimento local e impacto nas comunidades da Klabin.