Clientes e produtos

Produtos e padrões de produção e consumo essenciais para a sociedade do desenvolvimento sustentável e estilos de vida em harmonia com a natureza e seus recursos.

Meta 2030

KODS 2030

10 cases benchmarking de economia circular em parceria com clientes.

Número de cases de economia circular em parceria com clientes 
2020Meta
1Mínimo 10

No negócio de Sacos, lançamos o saco hidrodispersível para cimentos, criado em parceria com a Votorantim Cimentos, que é 100% composto com papel dispersível, o que significa que pode ser integrado ao processo no momento da preparação do concreto, reduzindo a quantidade de resíduos gerados para aterro.

  • 103-3
  • 301-1
  • 301-2
  • 301-3

Gestão de materiais

Evolução de resultados de uso de materiais

Em 2020, houve a redução de:

  1. 14% no consumo de materiais oriundos de fontes não renováveis;
  2. 24% no consumo de cal virgem;
  3. 65% no consumo de sulfato de sódio;
  4. 10% no consumo de soda cáustica.

Aumento de 26% na compra de polpa de celulose em relação ao ano anterior, resultado importante no pré-consumo de resíduos de papel. Aumento de 26% na compra de polpa de celulose em relação ao ano anterior, resultado importante no pré-consumo de resíduos de papel. Com a aquisição das unidades de Paulínia e Franco da Rocha, os números de aparas compradas irão aumentar consideravelmente.

Mantivemos acima de 98% uso de materiais oriundos de fontes renováveis.

  • 103-3
  • 301-2
  • 301-3

Evolução dos resultados de uso de materiais reciclados e produtos recuperados

Das principais matérias-primas utilizadas no processo produtivo da empresa, a madeira representa 96%. Cem por cento do nosso produto final (papel e celulose) possui as certificações FSC® (FSC-C022516), do Forest Stewardship Council®, e Cerflor (reconhecida pelo PEFC). Isso significa que a matéria-prima utilizada em nossos processos passa por uma verificação rigorosa do cumprimento dos padrões de certificação de manejo florestal e da cadeia de custódia, a fim de garantir a confiabilidade de nossa cadeia de suprimentos.

A empresa possui duas unidades de produção de papel reciclado, uma em Piracicaba (SP) e outra em Goiana (PE), as quais, juntas, reúnem a maior capacidade de processamento do país, o que torna a empresa a maior recicladora do Brasil. Em 2020, 314,45 mil toneladas de papel foram recicladas nas duas fábricas. A fibra reciclada representa 31% do peso total dos produtos que utilizam esse material como matéria-prima. Além de aparas de outras fábricas, a empresa mantém parceria com cooperativas de catadores que fornecem esse material.

A Klabin é certificada pela Cadeia de Custódia FSC® nas unidades de papel reciclado mencionadas. As certificações públicas (em português) podem ser consultadas como comprovação. Cem por cento dos nossos produtos utilizam madeira ou fibra de papel como matéria-prima. Em 2020, 13,8 milhões de toneladas desses materiais foram utilizadas no processo de fabricação dos produtos finais da empresa.

  • 301-1
  • RT-CP-430a.1.

Materiais utilizados discriminados por peso e volume (mil toneladas)

FonteMaterial2020201920182017
RenovávelMadeira para processo  13.505,73  12.355,58  12.076,48  12.400,00
 Aparas compradas de mercado (reciclado)       314,45       335,06       217,00       116,00
 Polpa comprada (celulose e CTMP)         33,26         26,41         14,00         32,00
 Total     13.853,44  12.717,05  12.307,48  12.548,00
Não RenovávelÁcido sulfúrico         42,09         42,00         36,33         32,91
 Soda cáustica         60,30         66,68         64,77         66,19
 Sulfato de sódio           10,79         30,97         19,35         14,05
 Sulfato de alumínio         52,20         51,59         43,10         48,54
 Cal virgem         27,94         36,96         93,61         36,18
 Caulim         21,70         22,62         18,76         20,57
 Total           215,02       250,80       275,92       218,44
  • RR-PP-430a.2

Ciclo de vida e recuperação de produtos

Avaliações de ciclo de vida

A Klabin vem, ao longo dos últimos anos, ampliando seu portfólio de produtos avaliados pela metodologia de Análise de Ciclo de Vida (ACV).

A ACV ajuda a Companhia identificar (i) com assertividade as ações/projetos/tecnologias necessários para redução do impacto ambiental ao longo da cadeia produtiva, e também (ii) os ganhos de eficiência do produto e redução de impacto ao desenvolver produtos compostos por fibras virgens e recicladas. Sendo que o aspecto (ii) é considerado, especialmente, pelas áreas de P&D e Desenvolvimento de Produtos, e o aspecto (i) pela área de Sustentabilidade e Meio Ambiente. Tanto para o abastecimento de fibra virgem quanto de fibra reciclada são adotados análises para mitigação desse risco.

É importante mencionar que 70% da fibra virgem consumida pela Companhia possuem origem própria e de floretas manejadas pela Klabin, o que reduz significativamente o risco de falta de abastecimento. A empresa considera em seu planejamento estratégico a expansão da produção florestal própria para acompanhar o aumento da demanda por madeira em decorrência da expansão das unidades industriais produtoras de papéis para embalagens e celulose. Além disso, utiliza-se um sistema de gestão interno completo para garantir o suprimento de madeira (fibra virgem) e aparas de papel (fibra reciclada) considerando as previsões de negociação de mercado. Este sistema faz um planejamento da demanda da madeira e do reciclado, no curto e médio prazo, com cruzamento da oferta.

  • RR-PP-430a.2
  • RT-CP-410a.1

Percentual de fibra reciclada utilizada

 Unidade2020201920182017
Peso de fibra de madeira total ton  3.179.573,88  3.125.067,42  3.000.792,96 –
Peso de fibra de madeira reciclada ton     262.722,03     267.633,71     264.334,54 –
% de fibra reciclada%8%9%9% –
  • 301-2
  • RT-CP-410a.1

Percentual de matérias-primas consumidas de origem renovável

 Unidade2020201920182017
Peso de  matérias-primas totais  mil ton   14.068,46   12.967,85   12.583,40   12.766,44
Peso de matérias-primas de origem renovável mil ton   13.853,44   12.717,05   12.307,48   12.548,00
% de matérias-primas de origem renovável%98%98%98%98%
% de matérias-primas de origem renovável e reciclável%98%98%98%98%
  • RT-CP-410a.2

Receita proveniente de produtos que são reutilizáveis, recicláveis ou biodegrável (R$)

2020
Receita de produtos reutilizáveis, recicláveis e biodegradáveis  11.949.000.000,00
  • RT-CP-410a.3

Redução do impacto ambiental de embalagens ao longo do seu ciclo de vida

A Klabin está ampliando os estudos de análises de ciclo de vida de seus produtos. Em 2020, 64% dos produtos já Klabin já possuem ACV (completa e simplificada). Para 2021, dois novos estudos estão em andamento e irão aumentar ainda mais nossos resultados. Com esses estudos, equipes multidisciplinares são criadas para avaliar os resultados dos ACVs e criar um plano de ação para melhorar o desempenho nas próximas análises. É exatamente isso que aconteceu com os produtos de Monte Alegre. Entre 2006 e 2018, o produto kraftliner de Monte Alegre, por exemplo, reduziu em 3% o consumo de água e em 72% o potencial de aquecimento global, medido em kgCO2eq/tonelada de produto.

  • 301-3

Coleta dos dados de produtos e embalagens recuperados

Os dados são referentes à relação de aparas compradas de mercado, ou seja, papel reciclado que volta para o processo produtivo, pela produção bruta de papel ondulado, nas unidades convertedoras da Companhia. O volume de aparas se refere à entradas desse material na Companhia, além da compra no mercado, também levamos em conta transferência desse material entre as unidades.

  • 301-3

Percentual de produtos e embalagens recuperados para cada categoria de produto

 202020192018
Percentual de produtos e embalagens recuperados31%34%22%
  • RT-CP-430a.2.

Total de alumínio comprado

A Companhia não compra alumínio para seus processos.

  • RT-CP-250a.1.

Recall

Não tivemos em 2020 nenhuma operação de recall, isto é, nenhum produto Klabin apresentou riscos de segurança ou não conformidade com regulações vigentes.

  • 103-1
  • 103-2
  • 103-3

Gestão do tema Clientes e produtos

Os clientes da Klabin são um dos grupos de stakeholders que mais tem impulsionado e desafiado a Companhia rumo à economia de baixo carbono. Isso é reforçado pela Política de Engajamento de Stakeholders Klabin, que estabelece que a Companhia deve buscar atender às necessidades de seus clientes, considerando suas demandas crescentes por ganhos em inovação e sustentabilidade de seus produtos. O tema Clientes e produtos está cada vez mais atrelado à inovação e sustentabilidade e é considerado um dos Objetivos Klabin para o Desenvolvimento Sustentável (KODS).

Em 2020, percebemos em todos os negócios uma grande aceleração de projetos e demandas de novos desenvolvimentos que considerem reduções em: consumo hídrico, energético e de químicos, emissões de gases de efeito estufa e uso da terra para plantio; além da busca constante por novas alternativas para substituições de materiais petroderivados.

Como exemplo de inovações destacáveis em 2020, para o negócio de Sacos, temos o saco hidrodispersível para cimentos, criado em parceria com a Votorantim Cimentos, que é 100% composto com papel dispersível, o que significa que pode ser integrado ao processo no momento da preparação do concreto, reduzindo a quantidade de resíduos gerados para aterro. E para o negócio de Papéis, temos o Eukaliner, um papel kraftliner feito exclusivamente com fibra de eucalipto, que demanda menor área plantada para produzir a mesma quantidade de papel, quando comparado a papéis comuns de diferentes regiões do mundo, e assegura melhor estrutura e resistência às embalagens de papelão ondulado.

Além disso, a Klabin realiza pesquisas anuais de satisfação ou percepção específicas para cada um de seus negócios com o objetivo de identificar pontos fortes e oportunidade de melhoria em produtos, processos e atuação. Indicadores de qualidade, segurança, qualificação, suporte técnico e sustentabilidade (incluindo análise de ciclo de vida) integram as consultas. Destaca-se a pesquisa anual de Celulose, respondida por clientes que representam cerca de 80% do volume comercializado e avaliam a Klabin com uma nota excelente (4,4 de 5 pontos totais). Saiba mais

Também são coletados feedback, novas ideias e impressões dos clientes em diversas oportunidades de relacionamento, como visitas comerciais e técnicas ou em consultas feitas pontualmente. Como exemplo, os encontros produzidos pelo Packaging School visam analisar os pontos fracos e fortes ao longo da cadeia produtiva do cliente, planejando em parceria diversas soluções como treinamento de manuseio de caixa e assistência técnica, desenvolvimento de novos processos e produtos etc.

Em 2021, 17% dos diretores tiveram sua remuneração variável atrelada ao desempenho dos indicadores de Clientes e produtos. Além deles, 225 gestores (de consultores a gerentes, representando 33% do total), também vincularam sua remuneração às metas de Saúde e Clientes e produtos da Klabin.

100% dos nossos produtos não contêm em sua composição níveis de materiais perigosos para o meio ambiente e a saúde humana.
A Klabin é a primeira empresa brasileira do setor de papel e celulose a conquistar a certificação belga OK Compost para seus sacos de cimento, que garante que o papel se decomponha totalmente em até 12 semanas sem risco de contaminação ambiental. Além disso, nossas embalagens são impressas com tinta à base de água e estruturadas com cola ecológica que não contamina o solo, resultando em um produto altamente biodegradável e reincorporado ao ecossistema em poucos meses.

Além disso, vale mencionar que as embalagens de alimentos da Klabin são certificadas pelo ISEGA, AIB e FSSC 22000, alguns dos mais avançados padrões utilizados para garantir a origem do papel para embalagens de alimentos. Essas certificações especificam claramente os pré-requisitos para a produção de embalagens que garantam a saúde do consumidor final, determinando padrões como limpeza e organização da área de produção, além de controles de água, ar e pragas necessários para esse tipo de produção.